Furor Indica: Feministas no Youtube

por Marina Sertã.

Eu gasto boa parte do meu tempo (in)útil no youtube. E aí calha de eu descobrir umas coisas legais de vez em quando. Esses dias estava conversando com uma professora (oi, Andrea!) sobre canais feministas, e ela perguntou se tinha uma lista desses canais. Eu já vi várias por aí, mas decidi fazer a minha, com as mulheres que introduzem muito bem alguns debates de gênero com uma mídia mais leve e com uma linguagem talvez mais acessível e atraente. Espero que vocês gostem! =)

Aviso aos desavisados tecnológicos. Se a palavrinha está colorida, ela é um link. E fui eu que coloquei o link pra você clicar e ver o video que eu estou recomendando. 😉 Vai ter muito disso nesse post!

marinashutup
A minha xará começou com uma série no canal dela chamada Feminist Fridays, nas palavras dela, “explorando sociedade, mídia e política pro um viés feminista e interseccional” e agora está com outra série chamada Everyday Feminism. Ela procura dar uma certa profundidade às discussões que ela levanta, como ela diz, ela não só aborda questões puramente de gênero, mas também interseções de raça, e mais recentemente, desde que descobriu sua depressão, doenças mentais. Alguns videos muito bons dela são How Rape Culture Has Evolved e Why It’s Racist to be Colorblind?
Pra vocês darem uma olhada:

Hannah Witton
O canal da Hannah não é exclusivamente sobre feminismo. Tem séries como Drunk Advice e coisas aleatórias sobre a vida dela. Mas muito frequentemente essas coisas aleatórias da vida dela envolvem questões de gênero, já que ela estuda sexo em obras literárias (se eu não me engano em autores como Jane Austen & cia). Um video dela particularmente popular, na verdade viral, é o Do I look like a Slut? . Outro bem legal é o Maniac Pixie Dream Girl. Mas eu quero mostrar esse aqui. 😉

sexplanations
É o canal da Linsey Doe, uma sexóloga muito fofa e nerd, falando sobre sexo em geral, e, com isso, tocando em várias questões de gênero. Dá pra ver que ela se esforça muito em ser muito inclusiva no vocabulário e temas que ela aborda e que ela realmente quer tirar da cabeça das pessoas todo o bloqueio e preconceito contra diferentes identidades de gênero, sexualidade, preferências, corpos e tudo mais. Acho The Gender Map, How to Read a Sex Scale? e uma entrevista que ela fez sobre Trans Awareness videos particularmente legais. Que tal esse aqui?

Smoothiefreak
A Akilah é super engraçada e sarcástica e sempre começa os videos com um irônico “Hi, it’s Akilah, obviously!” Ela fala sobre feminismo, racismo e as interseções entre esses temas. Sendo uma mulher negra, ela partilha muito das experiências dela com isso. Alguns videos muito legais dela são How Feminists Watch Commercials, Racial Discussion Fatigue Syndrome, Men’s Fashion that WOMEN don’t Understand e Why I Hate Black History Month. E esse aqui é muito legal pra explicar interseccionalidade:

Suff Your Mom Never Told You
Fala de expectativas da sociedade para homens e mulheres e as questiona de um jeito bem engraçado! Alguns videos muito bons são Gender Rolls for Kids, Why not Call Beautiful Women? e Why are Women Expected to ‘Sit Like a Lady’?. Esse fala bem sobre ~cantadas~:

Just Between Us
A Gaby e a Allison fazem dois videos por semana, uma esquete e um talk show amador. Elas são feministas e fazem dois personagens caricaturais. A Gaby é a bissexual feminista super liberal e a Allison é a obsessiva, tanto por limpeza quanto pela ideia de arrumar um marido. Alguns videos legais são Can Men be Feminists? e Let Me Walk You, How do You Deal With OCD? e Clean Freak. A Gaby tem um canal pessoal que também é bem legal, nele ela compartilha algumas experiências pessoais e explora uns assuntos mais extensamente. Recentemente elas produziram, em parceria com outro canal, um trailer de filme não-machista de Hollywood. Ficou bem legal:

TheeKatsMeoww
Esse eu descobri pra escrever esse post. E eu achei bem legal. O nome dela é Kat Lazo Por ser uma mulher latina nos Estados Unidos, ela trabalha um pouco nessa interseção. Esse video é um exemplo legal, com ela conversando com as amigas Latina Feminist Friendships. Eu gostei muito desse aqui sobre assédio:

Feminist frequency
Esse aparentemente é um dos canais feministas mais populares, e a pesquisa pra esse post me ajudou a encontrá-lo. Nele, a Anita Sarkeesian analisa elementos da mídia e cultura pop, mostrando seu aspecto muitas vezes não só machista, mas toscamente misógino. Esse foi um canal que eu gostei muito de ter encontrado, porque, assim como a Marina, ela explora um pouquinho mais os assuntos. A Louise me apontou pra uma notícia onde a Anita estaria sendo ameaçada pelos seus videos. Isso mostra o quanto a nossa cultura está construída sobre uma base machista e que tentativas de enfrentá-la são combatidas muitas vezes em seu sentido mais literal da palavra. Os videos mais populares dela são os dessa série de papéis de gênero em video games Dasel in Distress: Part 1 – Tropes vs Women in Video Games . Mas também tem esses muito legais sobre a genderização de brinquedos, Toy Ads and Learning Gender, Retro Sexism and Uber Ironic Advertisement e Eu gostei desse aqui:

chescaleigh
Esse eu também descobri pra esse post. Assim como a Akilah, trabalhando na interseccionalidade dos assuntos de gênero. Ela era muito indicada nos outros posts sobre feministas no youtube, mas tendo a pensar que é porque ela é de alguma forma ligada à MTV. Porque não achei tantos videos assim no canal dela falando diretamente dos temas. De qualquer maneira, achei esse Shit White Girls Say… to Black Girls bom. E nesse aqui ela compartilha uma história bem forte dela relacionada a estupro e slutshaming:

lacigreen
Esse canal eu tenho hesitado por muito tempo pra ver, por pura implicância de ser associada com a MTV e um bloqueio de pensar que, por isso, os videos dela vão ser superficiais. Mas fui ver uns, e abordam alguns problemas de forma bem compreensiva, sim. Alguns videos maneiros são o Why I am a… Feminist *gasp*, Does sexism hurt men? e Transgender Adventure. Achei esse aqui sobre objectificação o mais maneiro:

 

BRASIL
Vamos falar do elefante branco neste post? Sim. Todos os canais são em inglês.
Por quê? 1. Porque a maioria deles são os canais que eu assisto e as minhas recomendações; 2. Por que eu não encontrei muitos canais sobre feminismo em português. Eu tentei fazer a mesma busca que eu fiz em inglês, procurando “canais feministas no youtube”, mas eu fiquei muito triste ao descobrir que em português nós temos muito mais videos atacando o feminismo do que discutindo as questões que ele levanta.
Sim, esse é um problema desse post. E, sim, esse é um problema do conteúdo em português que está sendo feito pro youtube. A conclusão que eu tiro disso é que talvez esteja na nora de preenchermos esse vazio!
De qualquer maneira, ainda tenho algumas recomendações.

JoutJout Prazer
Sim. A JoutJout. Ela disse que quando começou o canal não se identificava como feminista, mas que foi identificada como e, lendo sobre, se identificou. E o canal não é especificamente feminista. Mas acho que alguns videos tocam bem questões importantes, como sobre “puta”, masturbação e coletor menstrual. Ela ainda tem conversas discutindo dúvidas sobre temas LGBT em Milho e um recente com as meninas do Canal das Bee. E essa conversa muito boa sobre AIDS. Um dos últimos dela fala de violência sexual, cultura de estupro e todas essas coisas divertidas do patriarcado. E o mais emblemático deles, claro:

Põe na Roda
O Põe na Roda é um canal LGBT, que ficou muito famoso pelo vídeo Não é por se gay que eu…, que ganhou sua versão lésbica com Não é Por Ser Lésbica Que Eu. Eu gosto muito de como eles reduzem o preconceito ao mais ridículo com humor e mostram como isso não faz o mínimo sentido. Eu acho essa esquete de Entrevista de Emprego genial nesse sentido, e esse outro mostrando que Xingar os Gays Não Faz Sentido. Dá uma olhada nesse sobre homofobia. 😉

Canal das Bee
Esse foi outro que eu descobri pra esse video. É outro que cai mais na categoria LGBT do que feminista propriamente dita (pensando que a temática feminista é mais ampla e a LGBT é mais específica, geralmente mais associada a pessoas que não se conformam com padrões de gênero e/ou sexualidade heteronormativos – com todas as suas problematizações). Gostei desses videos sobre Machismo e Sexualidade e Travesti na Universidade.

Nos mais, recomendo alguns videos pontuais que eu gosto em outros canais, como o da tyrannosauruslexxx sobre consentimento, esse da Stevie sobre bissexualidade e o termo vagabunda. E pesquisando eu encontrei esse canal aqui que eu não entendi muito bem, Você é Feminista e não sabe. Se alguém puder me explicar, agradeço.

O intuito desse post é compartilhar com vocês um poquinho dessas mulheres legais que eu fui descobrindo aí pela internet. Se vocês souberem de outras, por favor, me contem! Vamos continuar trocando figurinhas! 😉

Anúncios

5 comentários sobre “Furor Indica: Feministas no Youtube

  1. Marina, amei teu post!
    Tenho só mais alguns a acrescentar. Eu sei que o post é sobre canais feministas no youtube, mas eu queria indicar alguns vídeos sobre o assunto:
    Primeiro, alguns do John Oliver. Ele é sensacional.
    Recomendo “Woman on Dollar” – https://www.youtube.com/watch?v=troUtKiPeIs; “Wage Gap” – https://www.youtube.com/watch?v=PsB1e-1BB4Y; “Transgender Rights” – https://www.youtube.com/watch?v=hmoAX9f6MOc; “Online Harassment” – https://www.youtube.com/watch?v=PuNIwYsz7PI; e “Miss America Pagent” – https://www.youtube.com/watch?v=oDPCmmZifE8;
    E segundo, queria recomendar um vídeo maravilhoso da Ellen Degeneres, o “Bic Pens for Woman”: https://www.youtube.com/watch?v=eCyw3prIWhc
    Espero que tenha acrescentado à sua maravilhosa lista! ^^

    Curtido por 1 pessoa

  2. Oi Marina! Ótimo post, adoro muitos desses canais que vc compartilhou, e o q eu ainda n conheço vou olhar já! Mas ano passado eu também acabei identificando essa lacuna no YouTube brasileiro e, já que estudo e trabalho com o tema, decidi criar um canal, o Penso, Logo Feministo, com esse intuito: explicar o básico do feminismo https://www.youtube.com/channel/UCSWYABJbz1F_4IyycY_ZMmQ?view_as=public

    Ainda estou aprendendo, pq sou mt ruim c as tecnologias (a qualidade dos vídeos atesta), então todas as sugestões são bem-vindas!

    Curtir

  3. Obrigada por esse post! Não conhecia vários desses canais estrangeiros. 🙂 Há mais de um ano montei meu canal, em que falo sobre feminismo em vários vídeos, e estava fazendo uma pesquisa para conhecer possíveis interlocutoras brasileiras. 🙂 não foi exatamente o que achei aqui, mas muito legal conhecer canais estrangeiros. ❤

    Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s