A “África”, o Natal e a Ebola

por Carol Grinsztajn

     Quem pensaria em escrever uma música para arrecadar fundos para combater a fome na África que incluísse a frase “antes ele do que eu”? Aparentemente Bob Geldof. Estou falando da famosa Do They Know Its Chrismas?, lançada em 1984 como uma das primeiras inciativas para chamar atenção do público anglófono para a fome na África e que deu origem à iniciativa Live Aid e Live8. A música já foi regravada diversas vezes (essa primeira frase foi alterada, ainda bem) e a versão desse ano mudou o foco da arrecadação da fome para a Ebola (sem entretanto se dar o trabalho de mudar o refrão “Feed the World”). Não me leve a mal, eu gosto muito de vários trabalhos do Bob Geldof e não levantei da frente da TV durante todas as 10 horas de transmissão do Live 8 na MTV em 2005. Mas apesar das intenções nobres, a letra da música e iniciativas como essa são um exemplo da forma bastante questionável (que aliás fez com que alguns cantores desistissem de participar da iniciativa) sobre como entendemos essa “coisa” que é “A África” e a nossa relação com as suas mazelas , exemplificadas aqui pela devastadora epidemia de Ebola. E é disso que vamos tratar (brevemente) tendo a música de Geldof como base. Continuar lendo

Anúncios

Ecos da Colonização

por Marina Sertã

            Esse post é resultado de algumas reflexões, às quais eu agradeço à professora Paula Sandrin, acerca de uma pergunta na avaliação da matéria de Conflitos Indenitários deste semestre:

A história do imperialismo ocidental é relevante para compreender as relações internacionais contemporâneas? Continuar lendo